terça-feira, 29 de junho de 2010

Mapas

Uma das coisas que mais gostei de aprender no meu curso de geopolitica, foi a fazer mapas. Ta certo que tem que ser muito paciente, mas as possibilidades são infinitas e eu acabo sempre me divertindo. O cheri foi mais longe e esta terminando o mestrado de cartografia, então é otimo, porque sempre posso pedir umas dicas pra ele. Navegando na internet, descobri que existe muita gente doida por mapas, de ver paises em mancha de ketchup e mapa mundi em sucrilhos. Exatamente como os religiosos rezam diante de manchas na janela em forma de virgem maria.

Achei um site sobre os mapas mais esdruxulos, interessantes, originais e engraçados. Por exemplo, o mapa mundial feito com sapatos:


Ou ainda, a Europa no formato da Marge Simpson:


Cartões de natal em formatos de paises:


Esse pessoal inventa cada uma... Mas fora as brincadeiras, os mapas de verdade são feitos para informar mais explicitamente o que os textos levariam paginas para conseguir. O objetivo principal de um mapa bem feito é a pessoa olhar pra ele e entender imediatamente o que ele quer dizer. Por isso não adianta tentar dar muitas informações de uma vez so, que vai confundir todo mundo. Existe varias regrinhas de cores e itens indispensaveis, como titulo, escala, fonte e legenda. Mas uma vez que a gente aprende o basico, tudo fica mais facil.

Achei um mapa excelente e super dificil de fazer (nem imagino como) em que o autor consegue cumprir essa regra de percepção imediata com muita eficiência:



Esse é um mapa topografico da criminalidade da cidade de São Francisco. Onde tem mais crimes, a altura é maior. Então a gente sabe imediatamente onde estão concentrados os focos dos diversos delitos e chega rapidamente a conclusão de qual é a parte mais perigosa da cidade. Tão simples e tão claro!

Achei também alguns mapas com dados curiosos sobre a França:

"Consumo de cerveja"


"Pratica de bocha"

Olhando as figuras, da pra ver claramente que o norte da França bebe mais cerveja que o sul, especialmente a fronteira com a Bélgica e com a Alemanha. No segundo mapa a gente nota que no sul a petanque (que é um esporte parecido com a bocha, eu sei, muito sem-graça) é muito popular. E acredite, não so entre os velhinhos!

Acho que no Brasil os jornais ainda não usam muito os mapas para explicar melhor os conflitos ou mesmo so pra esclarecer melhor uma situação. E é uma pena, ja que é um meio muito eficiente de entender e contextualizar os problemas. Aqui na França, os melhores catografos trabalham em jornais e o Le Monde Diplomatique tem fama de fazer os melhores mapas. Tem até um programa de televisão, o Le dessous des cartes, que explica geopolitica através de mapas e narrações muito esclarecedoras. O Brasil bem que podia importar algumas dessas ideias.



Le dessous des cartes - Bombarder l'Iran
envoyé par gloubi77. - L'actualité du moment en vidéo.

8 comentários:

Caso me esqueçam disse...

ai, eu gosto de mapas! faz umas semanas que preguei um (mapa mundi) à parede, justo ao lado do computador, porque, admito com vergonha, sou pessima pra me localizar. tive um professor na faculdade que falava do quanto era importante termos o desenho do mundo gravado na nossa cabeça e que a melhor forma de conseguir isso, era desenhando varias vezes o mapa mundi. comecei a pratica pelo brasil, mas ainda levo banho pra desenhar alguns estados brasileiros. bom, pelo menos esse professor nao desenhava uma coxinha quando ia fazer o brasil. era legal.

ah, e claro que a bota que representa a america do sul seria relacionada ao futebol. e foi facil fazer a italia. ;)

asnalfa disse...

Adorei o post!
Mas aqui no Brasil foi feita uma pesquisa em qe 50% da população brasileira sequer sabiam localizar o Brasil no mapa-mundi!!!
Olha esse trecho da reportagem: "ó 18% dos brasileiros conseguem identificar os Estados Unidos e apenas 3% localizam corretamente a França. Quanto à Argentina, tão citada em piadas futebolísticas, 84% nem sequer desconfiam de que faz fronteira com o Brasil."

link completo:
http://www.fiepr.org.br/redeempresarial/FreeComponent2139content42259.shtml


Isso me faz lembrar uma historia que nao sei se é verdade de um casal texano que perguntou a um japonês em qual estrada deveria pegar para chegar no Japao.

Aline Mariane disse...

oi! Pois entao, mapas sao um conhecimento complexo... ja reparou que se costuma associar aos homens, tipo, "homem é que sabe ler mapa"?! Bem, aqui em casa é assim, temos um monte de mapas, inclusive um grandao na parede da sala, adoro todos, mas quem usa é o Loic. Eu queria mesmo era um GPS...
Nem sabia que Les dessus des cartes era um programa de TV, achava que era so a coleçao de livrinhos que também tenho aqui!! Bem legal!
ah, ja tenho pelo menos duas idas à Paris confirmadas além das eleiçoes: de 16 a 18 de julho e de 13 a 16 de agosto. Se nao rolar o piquenique de blogs-verao, tem que rolar pelo menos uma cervejinha, né?! Bjss!

Glória Maria Vieira disse...

Que barato, Manda! Quando eu era pequena, eu vivia olhando mapas. Nunca mais peguei no primeiro, mas não deixei de ter interesse por isso. Não sou muito boa de localização, mas tenho alguma noção perdida. E, claro, noção que depende de. SUAHUHSUHUSHDUH Do local, do lugar, porque há lugares que nunca nem ouvi falar, ou nunca nem vi no mapa.

Sim, tá melhor da dor nas costas?
Um beijo! (L)=*

Glória Maria Vieira disse...

Ah! E adorei esse tópico com indicações musicais, Manda! Como diria uns amigos meus: Show! SUHDUHSUDHSUHDH =*

Drixz disse...

Eu constatei que para jogar bocha não se deve tomar cerveja. hehehe Eu sempre adorei mapas. Era minha parte da Geografia preferida. Para estudar geopolítica não tem anda mais esclarecedor. Entender aquela confusão da Iugoslávia sem mapas seria uma dificuldade. Concordo com vc, vamos investir em cartografia! ;)

Iara disse...

Eu acabei deixando esse passar em branco e nem sei se você vai ler o comentário. Mas pra ficar registrado, eu sou capaz de passar horas olhando um mapa. Amo de paixão. Estamos procurando um bacana pra sala aqui de casa.

GeoBlog disse...

Olá... o teu blog foi uma agradável surpresa... adorei!
vítor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...