domingo, 29 de novembro de 2009

Top 10 - Frases que provavelmente você não vai ouvir de um francês

10- "Esse ano vamos passar as férias em Paris"
Nas férias, a maior prioridade dos franceses é se afastar o maximo possivel de Paris, sempre em direçao ao sul. Nem que isso custe dezenas de horas em engarrafamentos interminaveis e que uma vez que cheguem no eldorado da Côte d'Azur, tenha-se que disputar um espacinho de areia da praia. Tudo menos Paris. A unica possibilidade de um francês desperdiçar suas férias na capital é se ele mora la e um impedimento extremamente grave nao o deixa seguir o fluxo migratorio em direçao ao sul, como a crise econômica, por exemplo.

9- "Ops, acho que coloquei muita manteiga"
Aprenda: na França, manteiga nunca é demais. Nunca vi povo pra gostar tanto de manteiga, e atençao, nao estou falando que margarina, praticamente em extinçao por aqui. Eles nao passam uma fina camada no pao, ele colocam um pedaço mesmo. E pra cozinhar, usam mais manteiga do que oléo, em porçoes bem generosas. Pra se ter uma idéia, os franceses sao os maiores consumidores de manteiga do mundo, com 8kg consumidos por ano, por cada habitante.

8- "Adoro o sotaque de Quebec"
Se um francês disser isso, ou tem algum canadense por perto, ou ele é muito exotico. Os franceses tiram o maior sarro do sotaque dos seus primos do Quebec, mas sempre quando nao tem nenhum deles à proximidade. Quando passa algum programa canadense na televisao, eles até colocam uma legenda, pois às vezes é dificil entender. Acho que é mais ou menos a mesma relaçao que temos com o português de Portugal.

7- "Hum, como os ingleses cozinham bem!"
O climax supremo da rivalidade entre os franceses e os ingleses é a critica à cozinha britânica. O fish and chips é tao ridicularizado por aqui, que da até peninha dos ingleses. Poxa, ele nao têm terras férteis, nunca tiveram uma tradiçao gastronomica por causa disso. Os franceses dizem que seus vizinhos so sabem comer batata e os ingleses se vingam os chamando de froggy (comedores de ra).

6- "Vão desrespeitar nossos direitos trabalhistas, vamos ter que nos conformar"
Ponham uma coisa na cabeça: os franceses nunca se conformam quando o assunto sao direitos trabalhistas e sociais. Jamé. Eles sempre encontram um jeito de mostrar sua indignaçao e tentar reverter o caso. O método mais mais usado, é a greve. Simples e eficaz. Mas às vezes, quando a situaçao pede, eles encontram formas inovadoras de contestaçao. Uma das mais extremas é o sequestro dos donos e presidentes das empresas. Eles mantêm o cara preso até conseguirem o que querem e o mais incrivel é que os "reféns" nunca querem dar continuidade à acusaçao do crime de sequestro, com medo de arranjarem mais confusao.

5- "Meu sonho é morar no norte da França"
A nao ser que o francês tenha nascido no norte da França, ele jamais vai querer viver la por toda sua vida. A razao principal é o clima, que é terrivel por essas bandas, um frio permanente quase sempre acompanhado de chuva, o que da uma atmosfera bem triste. No filme Bienvenu chez les ch'tis o chefe diz pro funcionario que tem uma péssima noticia: ele vai ser transferido para um lugar horrivel. O cara diz "Naaaao! Paris?" e o chefe responde "Pior, o norte".

4- "Detesto os imigrantes"
Certamente nao sao todos os franceses que amam os imigrantes e lutam pelos seus direitos na França, mas duvido que você encontre alguém que diga abertamente que nao gosta de imigrantes, a nao ser que a pessoa esteja certa de estar entre iguais. Ser taxado de preconceituoso e racista na França é o pior xingamento que alguém pode sofrer. Entao mesmo os reacionarios fazem esforço para manter a boca fechada, ao contrario de muitos brasileiros que cegos à sua propria incoerência, criticam a presença de imigrantes sem perceber que, ops, eles fazem parte desse grupo.

3- "Bebi vinho até cair!"
Para os franceses, vinho nada mais é que uma bebida para acompanhar a comida. A nao ser que a pessoa seja um adolescente ou um alcoolatra, ela nao vai encher a cara de vinho. Existem outras bebidas que cumprem esse papel, como a cerveja, a vodka, a tequila... Vinho nao. Meu sogro achou super engraçado uma turista que pediu uma taça de vinho num bar, assim, como se pede uma cerveja.


2- "Nao me interesso por politica"
Nao importa se você esta na igreja, numa festa, num enterro: é inevitavel que o rumo da conversa pegue um atalho para a politica. Todo mundo tem uma opiniao sobre o cenario politico do pais, é impressionante. O problema é que às vezes as conversas civilizadas descambam para um inicio de discursao, mas a polidez francesa logo se impoe e rapidamente as pessoas procuram algo para concordar, como a cozinha inglesa, por exemplo.


1- "Meu avô foi um colaboracionista"
E dai que as estatisticas dizem que cerca de 20% dos franceses colaboravam com a Alemanha nazista? Você simplesmente nao vai encontrar ninguém. Todas as historias familiares sobre a segunda guerra que ouvi até hoje estao repletas de atos heroicos como esconder judeus em casa, lutar frente a frente com os nazistas, traficar informaçoes pelas costas dos alemaes, mas nunca uma em que se assumia uma simpatia com os invasores. Dizem que 20% dos franceses eram colaboracionistas, 20% eram resistentes e 60% nao queriam se meter na historia. Acho que a guerra ainda é um passado doloroso demais para se assumir os erros. Ninguém quer ser o vilao da historia, mesmo se na época significou sua propria sobrevivência.

20 comentários:

isabela disse...

Oi Amanda! Adorei seu blog também! Aliás, que delícia foi tomar café da manhã (mas nada de salsicha com ovo, só capuccino e pãozinho mesmo!) lendo seus posts! Não encontrei seu email no seu perfil. O meu é isabelamena@gmail.com
Se puder, me escreve! A gente pode "trocar" umas experiências da vida abroad - entre aspas pq eu tenho dois meses e vc, dois anos!
Um beijo
Isabela

Cris disse...

É, acho mesmo que eu vim pro lugar errado... Aqui eles não tem o menor pudor com relação aos seus preconceitos. Eles culpam abertamente os imigrantes pela disputa no mercado de trabalho (sendo q a maioria não quer fazer o q o imigrante faz), pela violência, no caso das brasileiras, até pelos casamentos desfeitos eles culpam. "voltem para sua terra", uma frase q eu nunca ouvi, verdade, mas q muita gente ouve.

asnalfa disse...

Adoro seu top ten!
Te mque ter todo mês! Jamais comeria rã, nunca ssisitum filme canadense na minha vida! Eles fazem teste com bafometro ai na França por causa do vinho? Parecem que eles bebem todo almoço? Aqui no Brasil é coca-cola direto!!!
Ouvi dizer que na Inglattera eles comem torta de rins de porco! Deve ser nojento. Alias que tal vc fazer enquetes. Qual o prato frances que vc mais sonha comer e o prato que vc jamais comeria. Seria interressante.
Bjos!

Mariana disse...

Assino embaixo desse top ten, sem ressalvas!!!

acrescento uma ainda: "nunca digo bom dia, por favor, com licença..."

hehhe

bjuuus!

Maíra disse...

Mais um top ten sensacional da Amanda :-)

Saudades!

beijos

Liliane disse...

Os franceses nao colocam so manteiga demais nos paezinhos, vocês viram a quantidade de patê, foie gras ou qualquer coisa que eles colocam sobre o pao?

Quanto aos primos do Quebec, eu sei que às vezes é dificil de entendê-los. Mas o curioso é que ontem o primeiro-ministro do Quebec, Jean Charest, disse durante uma viagem oficial à Lyon que os franceses tendem a "glisser trop facilement vers les anglicismes". E agora?

XMaritoX disse...

Em casa comemos muita manteiga. Amo carne de rã! hahahahaha Concordo com a opinião em relação à cozinha inglesa...mas como de boa! hahahaha

Caso me esqueçam disse...

serio que frances nao se importa com imigrante? sempre ouvi falar que eh um pais extremamente xenofobo. eu tou falando nessa distancia toda (como se eu nao vivesse na frança e nao pudesse saber se isso eh verdade ou nao) porque, na verdade, nunca tive problemas com o fato de ser estrangeira. mas eu soh ando em dois lugares: ou com os amigos de camilo (e esses ai nao vao me destratar nunca) ou em lugares pra resolver a questao de morar na frança (prefeitura, curso de frances) e ai acho que seria dificil ser maltratada, afinal, esse povo trabalha com imigrante o tempo todo. bom, nao sei... lancei ha uns meses uma enquete na comunidade "brasileiros na frança" perguntando ao pessoal se eles ja sofreram preconceito aqui. a maioria disse que nao. e quem sofreu nem disse como foi a coisa. o que me faz pensar que nao foi tao grave... quer dizer, preconceito sempre eh grave, o que eu quero dizer eh que acho que deve ter sido impressao. como a menina que disse que ja foi expulsa de um cafe e foi seguida no supermercado pelo seguranca de la. eh isso: parece ser mais impressao mesmo... bom, de qualquer forma, adoro o top 10! :D

Caso me esqueçam disse...

que coisa engraçada, amanda! eu nao peguei teu blog desde o começo, mas assim que descobri ele, o li todo. ai voltei agorinha nos primeiros posts pra ver como era coisa, sei la porque voltei, e vi uns posts legais e eu nem sabia que eram teus! foi mais ou menos tipo "ah, foi a amanda que escreveu ISSO?" tipo, tem um post em que tu fala da freira que se desapontou ao chegar na frança. acho que ja devo ter contado essa historia a camilo dizendo "li em algum lugar que uma freira..." sem saber que eu tava te citando hehehe

rapaz, nao sei porque tou falando isso tudo hahaha ô menina pra gostar de falar!

evertonsv disse...

Muito interessante ahaha
essa da baguete eh muito engraçada

Amanda Lourenço disse...

Liliane, tbm ja ouvi falar isso, que os franceses incorporam mais facilmente as expressoes inglesas do que os canadenses. Me explicaram que é porque os canadenses têm mais medo do inglês dominar de vez o pais, dai se fecham no francês e não aceitam os anglicismos. Eh engraçado, pq a França tem a maior fama de não aceitar o inglês, o que é mito! Tem tantas palavras adptadas aqui! Na França eles falam weekend e no Canada falam fim de semaine.

lola aronovich disse...

Adorei, Amanda! Aprendi um monte. Não sabia de quase nada disso, do sotaque de Quebec, de 20% dos franceses terem colaborado com os nazistas, do norte da França, da manteiga... Sabia sobre a rixa com a culinária inglesa (com péssima reputação em todo o mundo, convenhamos), do vinho e das greves. É muito bom aprender novidades.

paulamaria disse...

Amei tanto esse post! Eu já desconfiava de algumas informações, por ver nos jornais e filmes, mas uma constatação de uma vivente de la france é diferente, né?
:)

beijocas, Amanda!

Yves Luiz disse...

Descobri ao acaso esse blog! Bem bacana msm! Parabéns! \0/ et à+!

Helder disse...

Prezada Amanda,

Moro em Brasília e já estive algumas vezes em Paris (última vez foi em janeiro passado). Tenho uma curiosidade, própria de quem não vive o dia a dia da cidade.
Não vi edifícios exclusivamente residenciais. Na maioria dos bairros, vi prédios antigos, com lojas e algum tipo comércio no térreo.

Onde ficam os bons apartamentos de Paris? média de preço, saberia dizer?

Helder

Amanda disse...

Oi Helder! Desculpa, so vi sua pergunta hoje. Então, esses prédios antigos com comércios embaixo são os apartamentos de Paris sim! Mas olha, geralmente so a fachada é antiga (e super charmosa), pois o interior é todo reformado.

Agora, o preço.... Assunto delicado. Dentro de Paris os imoveis são muito, muito caros. Um conjugado de 20m² custa mais ou menos 150/200 mil euros e um de dois quartos 350/400 mil euros. Mas depende muito do bairro.

Luciene Gasparotto disse...

Moro na França tambem, no Oise. Nao chega ser o Norte, mas sim o Nordeste. Cansei de ouvir de parisiense a tal expressao quando digo que moro no Oise ou o nome da minha cidade: ça existe ça??? Afff... estudei um ano na Sorbonne, ia todo santo dia para Paris. Nao via a hora de voltar para meu finzinho de mundo aqui. Nao troco minha campagne por Paris de jeito nenhum!

Lin disse...

Eu costumo brincar e dizer que a França tem até francês rsrsrsrs...pois o país está repleto de estrangeiros vivendo, principalmente de africanos e árabes, estes querendo impor seus costumes, tem uma cida de em France que se chama Pontualt Combault fica 20 min de París e é a cidade que tem mais populção portuguesa , nesta cidade 70% da população são portugueses, estou sempre inda para França e convivo com tudo que é raça lá, por isso brinco que na França tem até francês.

Joanna disse...

que bom que conheci seu blog, é tao bom achar alguem que vivencia duas culturas france-brésil e sabe transmiti-las como faz! este blog é importantissimo para nos franceses distantes de nossa terra, e para nossos alunos que querem conhece-la!! BRAVO!

Enaldo disse...

Este tipo de post é o que mais me interessa nos blogues sobre franceses.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...