quarta-feira, 4 de novembro de 2009

A nossa velha França


Lembro quando minha mãe estava planejando sua primeira viagem à França em 2003 e perguntou se eu queria ir com ela. Eu respondi que não, eu que não queria ir pra aquele pais velho! Preferi ir pra Australia, nação novinha em folha, bem moderna. Hoje sei que a minha impressão estava completamente errada, mas acho que ainda tem muita gente que pensa que o velho continente parou no tempo e é um museu gigantesco.

Essa impressão não é à toa. Todas as nossas referências da França estão ultrapassadas. Quando o cheri estava morando no Brasil, alguém pediu pra ele, com um olhar romântico no rosto, colocar uma musica francesa pra tocar. Tinha que ver o tamanho do desgosto da pessoa ao ouvir uma musica popular e, pasmem, com guitarra! "Isso não é musica francesa". Porque o que a gente espera de uma musica francesa é ela ter mais de 50 anos e ter gemidos. Se perguntarmos pra um brasileiro quem é a francesa mais bonita, aposto que ele vai responder Brigitte Bardot. Alguém avisa pra ele, que esta é a Brigitte Bardot. Aqui na França, ela é considerada uma pessoa super desagradavel, que ja deu declarações racistas e hoje milita pelo direito dos animais. Mas nos, brasileiros, so lembramos dos seus dias de gloria na praia de Buzios.

Mesma coisa com as outras personalidades. Filosofos, escritores, artistas, poetas, todos que conhecemos são antigos. E alguns deles, que foram revolucionarios na sua época, hoje ja estão ultrapassados. O cheri é geografo e estava pesquisando o curso de doutorado da USP e quando ele viu o programa ficou na duvida se queria estudar la, porque todos os geografos de referência, muitos franceses, estão em desuso ha anos na França e suas ideias ja foram recicladas.

Quando os turistas chegam em Paris e que dão de cara com tantos imigrantes, tantos arabes, tanta gente diferente da França ariana que eles tinham imaginado, ficam surpresos. Mas poxa, não é porque estamos mais ocupados hoje em dia acompanhando a tendência americana, que a França deixou de evoluir. As coisas mudam, mesmo se a gente não esta olhando. Se os prédios parecem velhos por fora, por dentro é a mais pura tecnologia. E essa França tradicional que a gente conhece bem, aqui não passa de uma boa lembrança do passado, que não volta mais.

7 comentários:

asnalfa disse...

Vc ficou sabendo da morte do Levi Strauss?
Aqui no jornalismo da globo, falaram que ele amava o Brasil!!!
vc concorda?

Amanda disse...

Sim, sim, estão falando muito dele aqui tbm. Ele morou 3 anos no Brasil, né? Trabalhou muito com os indios, foi de la que ele escreveu Tristes Tropicos. Agora se ele amava o Brasil, ai eu ja nao sei...

luci disse...

lembra quando te falei aqui no teu blog (ha uns dois ou tres posts atras) de uma discussao no orkut sobre os arabes? foi engraçado ver que a maioria das pessoas diziam a mesma coisa: "achava que na frança era todo mundo rico, mas tem muita gente pobre e tem arabe por todo lugar". pois eh, as pessoas achavam que na europa soh tinha europeu. e olha soh, um monte de brasileiro falando isso! uma comunidade de 15 mil pessoas e os brasileiros surpresos por encontrar tantos arabes!

mas sabe, eu fico muito agoniada com esse senso comum sobre a frança. serio, tou cansada de responder se os franceses tomam banho, pqp!

luci disse...

ah, nossas coincidencias continuam lindas: tou com um problema (buraco) no dente :D

Aline Mariane disse...

Nao deve ser facil ser francês e carregar essa historia toda... Conversando com um grupo de adolescentes franceses, uma vez, alguém disse "tudo aqui ja foi feito e muito bem feito. Pra gente fazer alguma diferença é muito dificil..." Tenho que concordar, eu mesma nao quero morar na França a vida toda por ter a sensaçao que nao ha espaço (ou melhor, ha menos espaço) para empreender que no Brasil ou na Africa.

Isso é muito relacionado àquela de "identidade nacional" que esta rolando, nao?! é a direita querendo ressussitar o "velho francês"...

Bjss!

XMaritoX disse...

A Brigitte Bardot quando esteve no Brasil, em 64, disse que adorou a "nossa" revolução...por aí já diz tudo! Acho que ela é a mãe biológica do Sarcozy!
Atriz francesa linda, pra mim, é a Anne Parillaud e a Isabelle Adjani! Uiuiui! Gosto muito! hahahahaha Nossa, acho que tenho vontade de ir pra França desde sempre. Muito, confesso, pelo lance histórico.

luci disse...

ja mudei de novo o "visual" do blog. vou ficar nessa agonia ate descobrir as cores perfeitas. mudeu pra cinza porque o branco me doia os olhos. entre outras coisas, eh por isso que eu gosto do blog da lola hehehe sugestoes de cores pro meu blog? cinza tah legal? eu queria ter perguntado a todo mundo, afianl, sao voces que leem o negocio... :/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...