terça-feira, 30 de setembro de 2008

Coisas da profissão...

Bom, para quem não sabe, o meu trabalho em Paris é um pouco diferente da area em que me formei no Brasil: baba. Nounou em francês. Alias, as primeiras palavras que aprendi nessa lingua nova foram todas relacionadas a isso - chupeta, fralda, mamadeira... Adoro meus bebês! Passo muito tempo com eles e pude perceber de perto algumas grandes diferenças no cuidado dos pequenos.

Acho que muita gente sabe que no Brasil as mulheres recorrem mais à cesariana do que nos paises desenvolvidos. Aqui, como os hospitais são publicos (e de boa qualidade, diga-se de passagem) as mães não podem escolher, cesarea é so em caso de risco. Por outro lado, uma coisa que me surpreendeu quando cheguei, foi que as mães não amamentam! Esse mito brasileiro de que a prova do amor da mãe é a amamentação não é muito popular pela terra do croissant. Por causa do grande incentivo do governo brasileiro, eu achava que era uma coisa fundamental, tipo um senso-comum global. E mais surpresa fiquei eu em ouvir os motivos. Hoje na TV vi um programa em que duas mulheres justificavam sua escolha de amamentar seus bebês. Então compreendi que muitas acham que o aleitamento tem algo de sexual! Tem umas até (não muitas, como disse a médica da tv) que preferem tirar manualmente o leite e pôr na mamadeira so pra não ter esse contato "carnal com o bebê", nas palavras dela. Chocante, não é? A apresentadora soltou pérolas como, "as mulherem que amametam não devem ser julgadas, mas apoiadas" e "os seios podem ter duas funções distintas, uma mais conhecida do que a outra". Nem preciso dizer qual a mais conhecida, né? Acho que esses franceses estão confundindo as funções originais do corpo... Se os homens gostam de seios grandes é porque, em um nivel instintivo, eles acham que os filhos vão ser bem alimentados. Sinto muito em dizer isso, meninos, mas se vocês gostam de bundão é porque vocês acham que a mãe dos seus filhos tem um bom "espaço" para ter um parto saudavel.

Uma outra grande diferença é a hora de dormir dos bebês. No Brasil, pobre dos pais, que ficam embalando os pequenos até eles cairem no sono. Haja coluna! Aqui é mais simples. Coloca no berço, apaga a luz e fecha a porta. Pessoalmente, acho essa tatica muito melhor, pois ensina a criança a conviver com ela mesma. Além de dar aos pais mais uns minutos de sossego. Medo de escuro? Nunca vi por aqui. Ninguém fica colocando medo nas crianças, dizendo que o monstro vai pegar se ela não fizer isso ou aquilo.

Em Paris eu também vejo mais participação dos pais (homens) na vida das crianças. Eles cuidam delas tanto quanto as mães. Na rua vejo muitos homens empurrando carrinho de bebês e brincando com eles nos parques.

OBS: Não tenho acentos agudos no meu teclado! Exceto o é. Quem tiver alguma dica...

****Depois de um tempo morando na França, entendi melhor porquê as francesas não amamentam e sou muito solidaria às suas escolhas. Assim como mudei de opinião sobre a justificação biologica sobre as preferências fisicas dos homens.

7 comentários:

Christophe disse...

tentando de novo para ver se funziona , rsrs

Tomassalvatori disse...

SUPERB!

Incrivel, gostei muito do texto, és muito inteligente pelo que pude notar. Enfim, curti a linha do teu pensamento e vou voltar para apreciar os outros.
Obs.:Desculpa, mas no meu teclado nao tem acentos! :)

bruno pettinelli disse...

Gostei muito da tática do "apaga a luz e fecha a porta". As coisas mais simples são as ultimas a serem pensadas.
O texto está excelente...

bruno pettinelli

Luiz Ferreira disse...

Amanda,
esta de nao amamentar a cause do lado sexual da coisa foi foda.
Em compensaçao, nota 10 pra eles no fator do parto normal. Na holanda, a mulherada tem filho em casa. No Brasil, o nascimento das nossas crianças é feito em funçao da agenda do medicos, aqui quem manda é a natureza. Espero que um dia agente chegue neste nivel de razao, mas dando de mamar é claro.
bejao.

Anônimo disse...

a causa de francesa nao amamentar não tem so aver com o lado sexual. tem outra explicaçao.
Désolé je n’écris pas très bien le français mais je vais revenir pour te dire d’où cela vient.

Rackel disse...

Nossa, mas o contato carnal -segundo alguns psicologos - é fundamental para o bebe desenvolver laços afetivos com a mãe!! Eu sabia q em muitos lugares as mães preferiam não amamentar, mas não poderia imaginar q a França seria um deles!
tsc, tsc, tsc...

Anônimo disse...

Por que nao:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...