domingo, 18 de julho de 2010

Guten tag!

Tenho tanta coisa pra contar que nem sei por onde começar! Tudo isso porque estou sem internet desde segunda-feira, há uma semana, quando defendi minha dissertação (voltarei a esse assunto mais tarde), minha mãe chegou do Brasil e nós duas fomos viajar pra Alemanha, tudo no mesmo dia.


Primeira declaração: estou perdidamente apaixonada pela Alemanha. Nunca imaginei que fosse gostar tanto desse país que não fazia muita questão de conhecer. Até a língua me deu vontade de aprender, e eu que sempre achei que alemão fosse inútil, já que só é falada na Alemanha e quase todos os alemães falam inglês. Mas aí aprendi que os jovens alemães falam inglês, a galera de mais de 40 anos não. Mas isso não impede os altos papos que batemos com os coroas daqui. Impressionante como a gente consegue se comunicar, quando se tem um pouquinho de paciência, sem entender uma palavra do que o outro diz. O dono da pensão que estamos não fala inglês e conseguiu nos dar todas as indicações sobre as regras de hospedagem. Na rua, conversamos com duas senhoras em dois diálogos paralelos português/alemão e conseguimos nos entender muito bem.


Tá certo que estou visitando o país na época mais quente do ano e que não estou imaginando como deve ser torturantemente frio 9 meses por ano, mas eu me sinto muito bem aqui, parece que estou em casa, apesar de não entender uma palavra do que falam na rua. Gosto do ambiente, do clima descontraído, da organização.


Uma das coisas que eu gostei mais foi o modo como os alemães levam a vida. Eles parecem irreverentes, livres e sem preconceitos. Falam alto, riem alto, festejam alto. E tomam litros e litros de cerveja. Eles parecem não se preocupar com o que os outros estão pensando deles. Posso estar errada, mas acho que é um bom lugar para crianças crescerem sem complexos. Eu vi uma mulher na rua com um vestido branco transparente, com uma calcinha fio-dental e sem sutiã. O detalhe era que ela estava com a filhinha de um ano, o que causaria uma confusão tremenda na cabeça dos machões brasileiros de plantão: mas ela é mãe (sinônimo de santa) ou é puta? Pois lá ninguém nem olhava pra ela, como se fosse uma cena bem comum.


Os alemães (mulheres e homens) são grandes, altos e naturalmente fortes, dá a impressão que eles são mais sólidos que o resto de nós mortais e que numa briga, sempre ganham. Os aliados tiveram muita coragem pra enfrentar esses gigantes, porque se eu desse de cara com um exército de alemães numa guerra, sairia de fininho.


Agora estamos em Berlim e também estou amando a cidade. Estivemos em Praga, mas achei que não chegou aos pés da Alemanha. Tô falando que apaixonei. Ficamos por aqui até terça à noite e chegamos quarta de manhã. Selecionei umas fotos entre as 475.758 que minha mãe já tirou. Tschüss!

11 comentários:

Rita disse...

Oi, Amanda,

agora vc me deixou com água na boca mesmo. Morro de vontade de conhecer Berlim, sempre babo nos filmes que têm a cidade como cenário, só ouço falar coisas boas de quem vai.. enfim. Tá na minha listinha. Já passei pela Alemanha, rapidamente, a impressão foi ótima, apesar de não ter gostado muito de Munique. Mas ficou a sonoridade do idioma que gostaria, sim, de aprender a falar, a festança boa nas cervejarias e muita beleza espalhada em ruas e prédios. Bom saber de suas andanças, pegarei dicas com você no futuro. Aproveita bem o colinho da mamãe e nos mantenha informadas!

Beijos,
Rita

Felipe disse...

Só conheco a Alemanha por fotos (infelizmente),mas um dia irei conhecer pessoalmente,e também tenho muita vontade de aprender alemão.
Ótimas fotos,abraço !

jean-gabriel disse...

J'ai beaucoup aimé votre article sur ce que pense l'entourage que ce soit du côté français ou brésilien.
Ma compagne qui est de Brasília et moi-même sommes confrontés à cette situation.
C'est dit avec une pointe d'humour et beaucoup de franchise, bonne continuation, ma petite femme est fane comme du foot de votre blog.

Amicalement;
Jean-Gabriel

Glória Maria Vieira disse...

Amei as fotos! Lindas, Manda! E elas só provam o que você falou no poste, né?! Que barato! Espero um dia dar um tempo de AL e ir pertubar na Alemanha!=) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Como diria um amigo meu:
Guarde o copo e deixe o litro para mim! AUSHUAHUSHAUHSH um beijo =*

Caso me esqueçam disse...

por isso que eu gosto dessa menina: copinho de cerva na mao! e fiquei ainda mais feliz porque a gente vai pra berlin proximo mes! e pra praga tambem! que coincidencia! mas tou mais empolgada com praga porque benzina falou muito!

ei, mas assim que der, post sobre a dissertacao, hein! e por falar nisso, eu nao consegui passar. soh passei pro L3. vou me inscrever hoje. mas sem pesames, eu fiquei estranhamente aliviada. enfim, muita coisa pra contar! depois nos falamos =*

Helena disse...

Compartilho tuas impressões sobre os alemães, eles parecem que levam a vida mais naturalmente (já vi várias famílias fazendo nudismo em rios e parques na França, hehehe), por mais que isso parece contradizente, já que são conhecidos também por serem muito "certinhos". Como tenho origens alemãs, me diverti muito em ver aí as coisas que aprendi da minha família :)
Um beijo e aproveita bastante as férias!

Ana Duarte disse...

Ola Amanda!!!
Que gostoso visita de mae né? eu tô esperando a minha até hoje mas ela nao vem nem por decreto, diz ter medo de aviao!! kkkkk
Aproveite muito suas férias e nao deixe de contar depois da sua soutenance. Acho gostoso ouvir pesoas que passaram ou estao passando a mesma coisa que vc. Eu ainda estou na luta com a minha, que sinceramente ja esta virando um "couchemar"!!! afff
Beijinhos!

Neide disse...

Bom dia Amanda!
Nossa! adoraria conhecer Alemanha!
Ja esta na minha lista de proximas visitas! beijos e aproveite bem a companhia da sua mãe e do passeio!!!

Cris disse...

Ah, Amanda, muito legal seu post, pq eu tb nem tem tinha muita vontade conhecer a Alemanha. Fui a Berlim e amei!!! Só pudi ir a Berlim, mas fiquei com muita vontade de conhecer outras cidades. bjs

obs: a cerveja era de trigo? hummmmmmmmmmmm delícia cerveja alemã!

Maíra disse...

Hmmm... cerveja alemã, que delícia. Também achei o país incrível, muito acima das expectativas! Que ótima essa viagem, visita de mãe é sempre uma delícia! Curtam bastante!

Mas não acredito que você não achou Praga genial também! Eu AMEI, tanto quanto amo a Alemanha.

beijos

Fabiana Dias disse...

E eu não tinha visto esse post. Que delícia!
Bom ver fotos suas!
beijoca

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...