quinta-feira, 9 de julho de 2009

BDs - Quadrinhos franceses

Uma das coisas que adoro na França são as revistas em quadrinhos, que aqui eles chamam de BD (bande dessinée). Quando criança, eu era viciada na Turma da Mônica, esperava ansiosamente minha assinatura de 15 em 15 dias. Aprendi a ler com elas. Alias, o cheri também aprendeu português com elas, especialmente com o Chico Bento, deve ser por isso que ele tem um sotaque meio caipira (mentira!). So que além da turma do Mauricio e da Disney, da invasão de mangas e umas revistas de super-herois e tal, não sobra muita coisa de BD no Brasil. Se eu estiver errada, me corrijam.

Aqui os quadrinhos ocupam boa parte das livrarias e a variedade é inacreditavel! Tem pra todos os gostos: humor, infantil, biografia, drama, terror, love story, erotico, ação, Historia… Até vi uma parodia que achei de muito mal gosto: Câncer and the City. So pra vocês verem que tem de tudo mesmo. Também li um que falava de pedofilia. Geralmente eles vem em capa dura e custam 10 euros, o que acho caro, se comparado ao preço dos livros. Eu pego muitos na biblioteca municipal, que é de graça.

O ultimo que li foi ‘Isnougoud’, que é a historia de um vizir que quer ser califa no lugar do califa (eles usam essa frase toda hora "être calife à la place du calife"). Eh bem engraçadinho. Descobri essa semana que tem um desenho animado também. Outro que li foi L’age d’or (a idade de ouro), que é sobre uma velhinha e seus amigos. Algo do tipo, Urbano, o aposentado. O proximo que quero comprar se chama Le goût du chlore (o gosto do cloro), que é sobre os encontros na piscina de uma ex-campeã de natação e um cara que nada por recomendações médicas.

Tenho dois grandes preferidos. O primeiro é Le retour à la terre (O retorno à terra), que é sobre um casal que sai da cidade pra se instalar no campo. Eh hilario! Esse vale muito a pena! Se você esta na França, compre. Tem 4 volumes, so li 3. E o outro é Persepolis, o BD que deu origem ao filme, que também é muito bom. Eu ri, chorei, aprendi, me choquei, me revoltei, tudo com esse livrinho. Ele conta a historia em primeira pessoa de uma menina iraniana através de todas as mudanças de seu pais e depois o peso de ser iraniana na Europa. Na verdade é uma autobiografia. Tem no Brasil tambem, traduzido ainda por cima.

BDs são uma otima forma de estudar francês, porque você acaba entendendo as palavras que não sabe pelo contexto e pelas figuras, nem precisa olhar no dicionario.

9 comentários:

luci disse...

"como eu não pensei nisso antes?"

hahaha legal! vou mandar esse post pra camilo. a gente (eu) tem lido uns livrinhos pra crianças. mas essa de gibi parece ser bem melhor, ja que os livros que eu tou lendo não tem figuras (nunca pensei que fosse fazer essa reclamação na minha vida).

Wanessa Felitte disse...

Amanda, vi o end. do seu blog na sua página no orkut e estou adorando não sou muito chegada a blog mas o seu é otimo e você escreve super bem!!

Bjoss

Wanessa Felitte

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Leonardo disse...

Quadrinhos são muito legais mesmo! Pena que no Brasil não existem muitos títulos nacionais, mas hoje descobri que foi lançado um sobre a Revolta da Chibata e tem um sobre a Revolução Constitucionalista de 1932 pra sair. Quem sabe daqui a alguns anos a gente tenha, como na França, quadrinhos nacionais para todos os gostos...
Abraço!

Amanda disse...

Luci, quando a gente aprende uma lingua parece que retrocede, não é? As conversas filosoficas em portugues, com argumentos sérios e profundos, em francês se resumem à: "sim", "acho que nao", "no Brasil tem isso". E chegamos ao ponto de reclamar que os livros não tem figuras! Hahahaha!

Wanessa! Você por aqui!! Que legal! Que bom que gostou do blog, volte sempre!!!

Leonardo, boa noticia essa dos gibis historicos! Eh tão mais interessante pra aprender, né? Atrai mais as crianças. E os adultos, hehe.

Maíra disse...

E graças a você eu me iniciei no mundo das BDs, justamente com Persepolis! Ótima dica mesmo, daqui a pouco vou precisar comprar algum outro... ;-)

beijos!

mãe disse...

Era viciada mesmo na Turma da Monica e quando chegava as férias então... nossa... o Almanaque de Férias... era um tormento, tinha que comprar no primeiro dia que saisse. Mas valeu a pena!!!

iasmin gaga disse...

=D
eu também tenho um blog!
me segui no blog?
http://girlsblog100.blogspot.com//
obrigada! =D

C.A. disse...

Adorei, Amanda!
Amo a França e estava procurando quadrinhos franceses.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...