sexta-feira, 18 de março de 2011

Gente da Australia - Asami

Nos cursos de inglês da Australia existem dois preços: um se você é asiatico e outro, bem mais barato, se você é brasileiro. Eles fazem tipo uma "promoção" (entre aspas porque mesmo o mais barato ja é super caro) para que as escolas não tenham apenas olhos puxados circulando pelos corredores. Foi assim que eu e a Asami, japonesa, assistiamos as mesmas aulas de Smart Talk e ela pagava o duas vezes mais do que eu.

Asami ficou apenas um mês e meio no curso, mas foi mais do que suficiente para virarmos amigas desde criancinhas. O curioso da situação, é que apesar da gente se dar tão bem e gostar tanto uma da outra, não conseguiamos nos comunicar direito, o mesmo que aconteceu com a Mariko. Mas a Mariko era meio elétrica, não tinha paciência pra tentar falar, mostrava logo sua frustração e arranjava um jeito de dizer o que queria, mesmo que tivesse que obrigar alguém a servir tradutor. Ja eu e a Asami realmente tentavamos nos comunicar com as armas que tinhamos: gestos, expressões, caretas, desenhos, dedos apontando, risinhos e risões e um inglês muito do arranhado, ja que era o iniciozinho da minha estadia no pais. Com o tempo, passamos a entender o que a outra queria dizer apenas pelas referências que ja tinhamos conseguido concretizar. Criamos praticamente uma linguagem propria com muita expressão corporal e poucas palavras.

E é engraçado o que faz duas pessoas sentirem uma amizade tão grande e uma super afinidade, mesmo sem conseguir conversar. Por que eu não sentia o mesmo em relação às outras duas japonesas que entrarm na turma junto com a Asami e que são amigas dela até hoje? Eh meio inexplicavel, mas a ligação que eu sentia (e sinto) com a Asami é bem mais do que uma questão de palavras. Os detalhes passam a ter muito mais importância e aquele teatro todo que montamos sobre a nossa personalidade pra apresentar pros outros não tem nenhuma utilidade. Não temos o poder de controlar qual face nossa vamos mostrar pras pessoas, porque isso so podemos fazer com as palavras. De nada adianta decorar historias interessantes onde você foi o heroi, ou discursos politicamente corretos ou incorretos, ja que o seu argumento mais consistente sera: "death penalty bad, very bad".

Nos somos amigas pelos detalhes - o jeito de se expressar, de rir, a vontade de tomar cerveja. Aquele tênis dela lindo com a bandeira jamaicana. O meu nome que ela escreveu em japonês no canto do caderno. O gosto pelos esportes. A comida coreana que comemos na casa de amigos. As risadas no zoologico em plena época de acasalamento dos animais. Os churrascos e pique-niques. A gente na minha casa se preparando pra sair ja atrasadas e ela dizendo brava "hurry up!, hurry up!". Nossa triste despedida. Minha tristeza depois que ela foi embora. Minha felicidade em saber que ela voltaria em poucos meses e que tinha escolhido mudar de cidade pra ficar perto de mim. Mais um mês com Asami.

O problema é que ela ficou pouco tempo na Australia e não foi suficiente pra aprender inglês. Então continuamos sem poder nos comunicar como gostariamos. E pelo computador ficamos muito mais limitadas, impossibilitadas de usar gestos, sorrisos e abraços. Mas a gente quer mostrar nossa afeição mesmo assim e como não temos as ferramentas necessarias pra dizer isso sutilmente, como "poxa, queria que você morasse mais perto de mim", ou ainda "ai menina, você é uma figura!", nossos dialogos são totalmente sem rodeios:

- I love you sooooo much!
- I love you too! I miss you very very much!!!!

Pronto, assim eu fico tranquila por mais uns meses - Asami ainda gosta de mim e nossa amizade continua firme.

Muitos pensamentos positivos pra minha japonesinha nesse momento dificil em seu pais.
I LOVE YOU...

5 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Amanda, menina, você disse TUDO sobre amizade agora. Asami tem a maior sorte e, pelo jeito, você também de tê-la.

Caso me esqueçam disse...

aaaai, que post lindinho! lindinho! nunca vi uma amanda tao in love hahaha que fofo!

ai, eu adoro os japinhas! adoro! tive uma experiencia MASSA com eles nos curtos 20 dias de curso, mas toda vez que eu vejo um japones aqui eu tenho vontade de virar amiguinha. eles sao tao legais, tao educados, tao pra cima! (e eh tao bom generalizar, neh hehehe)

Fernanda disse...

Amizade é isso mesmo!

Rita disse...

Amanda, você já sabe, porque falei no twitter, mas quero dizer aqui de novo que esse texto me emocionou demais.

E eu também tenho meu nome escrito em letrinhas engraçadas na contracapa de um livro: foi a Shi-Ê que fez, uma colega de quarto japonesa que tive certa vez. :-)

Beijocas.

Glória Maria Vieira disse...

Faço minhas as palavras da CHEFA! Que fofa é você, Manda. A Asami também, mas falo por você, porque é minha amiga! UASHUAHSUAHSUAHSUHASA

Coisa linda de se ver...

/i love a série GENTE DE OZ!:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...